18/09/13

Cartas anónimas



Extrato de carta anónima

 O escrevente mantém o anonimato em cartas ou panfletos que escreve sem os assinar, nem se identificar, geralmente, com o objetivo de denunciar ou censurar alguém.
 
A pessoa anónima, para tornar mais difícil a sua identificação, pode simular menor cultura, empregando termos mais vulgares do que aqueles que normalmente utiliza; pode dar erros ortográficos, intencionalmente; pode usar uma linguagem artificial. Por isso, o perito tem que estar atento àquelas expressões que, por desatenção ou inconscientemente, escapam ao autor da carta. Se aparecem termos cultos, se há palavras difíceis bem acentuadas, se existe artificialidade.
 

As alterações das letras mais comuns acontecem na forma: nas letras tipográficas nas maiúsculas, na escrita infantil, numa escrita completamente diferente e em alterações da dimensão. O disfarçante pode escrever com uma mão diferente da habitual.
Mas existem aspetos que escapam ao autor da grafia anónima: o espaço entre as letras, entre as palavras e entre as linhas e a própria estrutura da página; o movimento grafoescritural torna-se mais lento e com menor fluidez; surge uma certa artificialidade e uma rigidez controlada; as ligações entre letras e continuidade do traçado são difíceis de disfarçar; a pressão e o ritmo podem denunciar a existência de uma contradição.

O perito de escrita manual prestará atenção redobrada aos gestos-tipo coincidentes (ângulos, bucles, arpões, ligações, abertura dos ovais, acerados) que são aspetos importantes para desvendar o anonimato.

 

Não é fácil descobrir o autor dos anónimos, especialmente se não houver suspeitos ou se a população for numerosa. Além da análise da escrita, pode também ser fundamental o próprio conteúdo. Nestes casos, para filtragem, recorre-se à sociolinguística e ao estudo de outras circunstâncias ou factos conjunturais.

A anonimografia pode ser, simplesmente, fruto de uma psicomania de escrevente, de pessoas imaturas que não querem dar a cara, mascarando-se com todos os meios ao seu alcance.

O importante para descobrir o autor duma carta ou escrito anónimo é ir ao encontro de alguns suspeitos, porque uma grande quantidade de presumíveis autores torna a tarefa demasiado árdua.
 

Para encolhermos o leque de opções teremos que colocar as questões: qual a vantagem que pessoa anónima pretende obter ou que interesse tem em prejudicar outrem? Trata-se, normalmente, de alguém que está muito próximo do indivíduo visado.
Tambémno Facebook:
https://www.facebook.com/CentroGrafologiaDocumentospiaForense?ref=hl

1 comentário:

Claudia disse...

Por favor,estou com 3 cartas anônimasa recebidas e gostaria de poder saber se confirma com as minhas suspeita,pessoa a qual eu suspeito eu tenho uma escrita dela comigo será que ajuda a comparar para obter certeza?Como posso entrar em contato e saber se e possível realizar esse trabalho