12/06/13

Ritmo e Arritmia da escrita manual


O ritmo é um dos parâmetros que melhor identifica e qualifica o escrevente.
Temos dois textos, com duas estruturas gráficas diferentes quanto ao ritmo. Foram escritos por dois indivíduos com personalidades diversas. O texto “A” pertence a uma senhora com mais de 70 anos e o texto “B”, a um médico, com cerca de 50 anos.
O texto “A” é mais vulgar, apresentando perturbações quanto ao movimento, à forma e ao espaço. As formas triangulares perturbam o espaço gráfico. A insegurança dos grandes traços iniciais contrasta com a tendência impositiva dos golpes de sabre da barra dos “tt”.
A arritmia grafoescritural é um provável sintoma de disfunção psicofísica ocasional ou permanente ou é indício de uma falsificação da escrita.
Revela algum desequilíbrio entre imaginação e realidade, entre a autoimagem e os valores


alcançados.
O texto “B” é ritmado, nem se apresentado demasiado lento nem precipitado. Os carateres, as palavras e os espaços são harmoniosos, desiguais, mas proporcionais. O movimento gráfico não aparece quebrado sistematicamente, nem se apresenta demasiado contínuo. Não se verificam prolongamentos desconformes. A pressão é moderada. A inclinação não é rígida.
Este tipo de equilíbrio grafoescritural é denominado “ritmo” por Klages, “desigualdade metódica” por Moretti, “harmonia” por Crepiéux.
O ritmo da escrita, como sucede em muitos outros comportamentos humanos, está relacionado com o fluxo e refluxo espontâneos do dinamismo vital. Sendo uma espécie de melodia criada pela palpitação e vibração neuropsíquicas, não se confunde com um compasso mecânico.
Não é fácil medir com exatidão o ritmo grafoescritural. Uma das sugestões para avaliar o ritmo é observar a presença ou ausência de excessos. Qualquer sinal desmedido diminui o equilíbrio e a espontaneidade da escrita. Qualquer descomedimento, por não ser natural, reduz a harmonia do traçado e, consequentemente, o seu ritmo.
A escrita arrítmica carece de equilíbrio estético, devido a distorções globais ou parciais quanto à forma, dimensão, pressão e organização do traçado.
Veja também no facebook:
https://www.facebook.com/CentroGrafologiaDocumentospiaForense?ref=hl



Sem comentários: