12/01/10

Falsificação dum Picasso

Tatiana Khan, 69 anos, galerista e comerciante de antiguidades, foi presa devido a uma falsificação de Pablo Picasso “A mulher do chapéu azul” que vendeu por dois milhões de dólares.
Titiana, presumivelmente, mandou pintar o quadro ao pintor Willem de Kooning, expressionista abstracto, fornecendo-lhe como modelo uma fotografia do original (1902) que, segundo ela, teria sido roubado a um dos seus clientes.
O FBI começou a investigar o caso, em 2009, depois de um esperto de Picasso ter alertado o comprador para a falsificação.
A galerista imputada incorre numa pena máxima de 45 anos de prisão federal.




A mulher do chapéu azul

Sem comentários: