20/01/09

Hastes

Haste da letra d com traço descendente longo, professora, solteira, 28 anos

As hastes desenvolvem-se na zona superior da escrita que simboliza o pensamento e o espírito. Elas, de modo geral, estão relacionadas com o grau de energia e de afirmação do eu. Nas hastes dá-se mais relevo aos traços descendentes (realizados pelos movimentos de flexão) do que aos ascendentes, sendo os primeiros feitos, normalmente, com maior pressão do que os segundos. Algumas hastes formam bucles, como as das consoantes b, f, h e l, outras têm traços que sobem e descem praticamente sobrepostos, como acontece com as letras t e d.

  • Verticais (recisa na escola morettiana) e firmes exprimem firmeza, rectidão, afirmação pessoal, sinceridade, coerência, decisão, resistência, rigidez e rudeza.

  • Côncavas à direita (tipo abrir parêntesis) traduzem disponibilidade, flexibilidade, complacência, acolhimento, condescendência, adaptabilidade, espírito gregário, indulgência, submissão indulgência, cedência e dependência.

  • Côncavas à esquerda (tipo fechar parêntesis) têm o significado de defesa, reduzida disponibilidade, reserva, não influenciabilidade, prevenção, suspeita, repulsão, insociabilidade, auto-protecção, defesa, sofrimento, tendência a evitar responsabilidade, displicência, contestação e desconfiança.

  • Curvas ou brandas indicam conciliação, simpatia, influenciabilidade e debilidade de carácter.

  • Traço inicial longo (ultrapassando a linha de base) reflecte a necessidade de apoio.

  • Traço final descendente longo (ultrapassando a linha de base) revela a tendência a impor-se.

  • Pernas do t abertas remetem para determinação e teimosia.

  • t com único traço de cima para baixo é sinal de segurança em si próprio e realismo.

  • Suspensas antes de atingirem a linha de base sugere timidez e inibição.

  • Torcidas significam fraca criatividade e dificuldades nas expressões oral e escrita.

  • Aneladas e inchadas representam necessidade de sonho, delicadeza, hipersensibilidade, medo de reprovação, falta de confiança e vulnerabilidade.

  • Pequenas pressupõem pouca ambição, modéstia, resignação, paciência, inibição, submissão, passividade e conformismo.
  • Elevadas (enfatizadas) relacionam-se com grande ambição, idealismo, altruísmo, crenças, intelecto, criatividade, virtuosidade e utopia.

Estas características psicológicas para terem algum significado devem repetir-se várias vezes no texto, pois, se o formato for variado a leitura será diferente. A leveza ou intensidade da pressão também são factores determinantes na avaliação deste sinal.




Sem comentários: