10/05/08

Escrita feminina/escrita masculina

Escrita anelada e arredondada, com pernas curtas, de senhora, com 50 anos e formação superior

Escrita muito inclinada, com zona média pequena, de homem, com 53 anos e formação superior

A análise grafológica não nos fornece o sexo do escrevente. Há homens com uma escrita que apresenta características semelhantes às que costumamos encontrar na das mulheres e existem senhoras que escrevem com traços parecidos com os dos homens. Não há uma feminilidade nem uma masculinidade puras. Mas um facto é evidente: a mulher, com formas corporais mais redondas do que o homem, apresenta, normalmente, uma escrita mais arredondada. E podemos, pois, distinguir certos traços significativos que exprimem de certa forma a diversidade dos dois sexos(na época actual e na civilização ocidental). Refiro-me à escrita de adultos, porque as crianças e a adolescentes têm um tratamento à parte.

  • A mulher, com maior ternura e suavidade, prefere as formas redondas e alargadas.
  • O homem, com maior rudeza, opta por formas mais angulosas e mais estreitas.

  • A mulher, mais receptiva e conservadora, centra-se mais na forma do que no movimento.
  • O homem, mais impulsivo e activo, investe mais no movimento do que na forma.

  • A mulher, com maior grau de afectuosidade, valoriza mais a zona média, nomeadamente os ovais.
  • O homem, com predomínio da acção, apresenta uma zona média mais pequena e destaca-se mais nas zonas inferior e superior.

  • A mulher, mais contida, exerce menor pressão e junta mais as letras umas às outras.
  • O homem, mais impulsivo, exerce maior pressão e separa mais as letras e as palavras.

  • A mulher, com tendência a jogar mais à defesa, valoriza a vertical e protege-se nas arcadas.
  • O homem, com preferência pelo ataque, inclina-se mais para direita e avança em fio.

Sem comentários: